Oi terá de indenizar Diocese de Anápolis por negativar seu nome indevidamente

tj2A empresa de telefonia Oi S.A. foi condenada a indenizar a Diocese de Anápolis – Paróquia São Francisco de Assis – em R$ 26,4 mil, a título de danos morais, por ter inscrito seu nome indevidamente em cadastros de órgãos de proteção ao crédito. A sentença foi proferida pelo juiz Algomiro Carvalho Neto, da 2ª Vara Cível de Anápolis.

Leia mais...
 
 

Acelerar Previdenciário na cidade de Goiás atende portadores de xeroderma pigmentoso

O nome anunciado no microfone chamou a atenção de todos que aguardavam audiência. Os olhos se voltaram para ver quem era Barack Obama Freire Moraes. Levanta-se, então, uma criança de 6 anos, acompanhada da mãe. Eles seguiram um servidor do fórum de Goiás e se dirigiram para a audiência que seria realizada pela juíza e diretora do Foro local, Alessandra Gontijo do Amaral, durante o Programa Acelerar – Núcleo Previdenciário.

Leia mais...
 
 

Agenda Judiciária

Portal da Transparência